Finger Food: Aprenda Tudo Sobre Esta Tendência Culinária
Gastronomia

Finger Food: Aprenda Tudo Sobre Esta Tendência Culinária

finger food
0

Quem foi que disse que comer com as mãos é um absurdo? Certamente alguém que nunca ouviu falar de Finger food, a nova tendência do mundo gastronômico que tem ganhado cada vez mais espaço nos buffets de eventos.

Refeições completas muitas vezes já não se enquadram em certos tipos de eventos que buscam um ar mais despojado e descontraído. Ao mesmo tempo que os tradicionais petiscos podem não atender  ao estilo e requinte da festa. É nesse meio do caminho que o finger food marca o seu território, oferecendo informalidade sem perder o charme.

São pequenas porções, feitas para serem comidas de maneira rápida, sem ter que interromper a conversa ou parar de dançar, por exemplo.

Quer conhecer mais sobre este universo de simplicidade e requinte? Então, descubra agora tudo sobre esta tendência culinária e também algumas receitas para você poder fazer e experimentar!

O que é Finger Food?

finger food sal

(Foto por Pexels / CC0)

A expressão em inglês significa “comida para se comer com as mãos”. Logo, se levarmos ao pé da letra, ela está relacionada a qualquer tipo de comida de “beliscar”. Ou seja, são pequenas porções dos mais variados tipos de refeições, feitas para serem comidas sem o uso de talheres, em até no máximo duas mordidas.

De maneira leiga, pode-se dizer que Finger food nada mais é do que os nossos velhos conhecidos petiscos e canapés. E isso não seria mentira. Porém, esse conceito surgiu como um avanço deste tipo de cozinha mais despretensiosa, buscando aliar a ela um pouco de sofisticação.

Desse modo, é uma espécie de mistura da audácia da alta cozinha com a simplicidade da cozinha de rua. É prático mas é chique. É simples mas também é lúdico.

História da Finger Food: de onde veio esta tendência?

finger food historia

(Foto por Laura / CC BY-NC-SA)

A criação deste termo costuma ser relacionado com a atriz Joan Collins, que protagonizou o seriado americano “Dinastia”. Há um mito de que foi ela que inspirou tais pratos. embora isso não seja comprovado.

Joan tinha o hábito de comer no set apenas pequenos aperitivos, ao invés de grandes refeições. A justificativa era de que assim poderia comer usando apenas os dedos e ter menos chances de borrar o batom. A partir daí, então, teria surgido o finger food.

Sendo essa história verdade ou não, a realidade é que o surgimento e o desenvolvimento desta tendência é fruto do contexto. Ao contrário de antigamente, onde os casamentos, festas de debutantes, bodas e quaisquer outras comemorações clássicas possuíam um regimento rígido, hoje estas festas tradicionais estão cada vez mais descontraídas e criativas. Os buffets, portanto, acompanharam essa transformação, tornando os seus menus mais práticos, mas sem perder o requinte.

Se antes a ideia era ter momentos específicos para cada situação, hoje eles acontecem cada vez mais em conjunto. Por exemplo: nos casamentos mais animados, a pista de dança fica aberta praticamente o evento inteiro. Se houver um momento específico de refeição, isso pode quebrar todo o clima de animação estabelecido.

Sendo assim, muitos noivos têm optado pelo finger food, já que dessa maneira não é preciso interromper um momento para comer. Dá para se fazer os dois ao mesmo tempo.

Finger é coisa da moda?

finger food moda

(Foto por Pexels / CC0)

Dizer que essa tendência gastronômica é uma moda seria data-la como passageira. Porém, esse talvez não seja o melhor termo, já que aparentemente ela chegou para ficar.

O finger food começou a ganhar destaque no Brasil entre os anos de 2010 e 2011. De lá para cá, já se passaram mais de 6 anos, o que confirma que este tipo de serviço não é apenas moda, mas sim algo já estabelecido no mercado gastronômico brasileiro.

Basta observar as opções dos cardápios dos principais buffets de São Paulo, por exemplo, a maioria oferece opções de finger food, nem que seja como entrada para os pratos principais de refeições posteriores.

Formas de Servir Finger Food

finger food formas servir

(Foto por Pixabay / CC0)

Tradicionalmente, o finger food é feito para se comer com as mãos. Por isso, normalmente são servidos em pães ou massas, como uma espécie de canapé gourmet, enroladinhos ou como uma fruta ou vegetal recheado. Alguns pequenos utensílios podem ser usados como palitos e até espetos. Conheça as principais opções:

  • No palito: podem vir com um palito único em cada porção, ou funcionando como um espeto, em que se mistura uma variedade de sabores. É uma excelente opção para receitas que pedem um molho de acompanhamento. Alguns exemplos são: batata bolinha com camarão, rolinhos de tender com queijo e damasco e salaminho com queijo e azeitona.

 

  • Em legumes: os próprios alimentos podem servir de base para servir a receita. Nesse caso, tomates, pimentões, abobrinhas são grandes protagonistas.

 

 

  • Em pães: torradas, biscoitos e massas também fazem parte deste grupo. Também são conhecidos como canapés, embora a ideia aqui seja que haja uma montagem mais gourmet.

 

 

  • Em louças: quando servida em louça, uma receita só é ainda considerada participante deste grupo se essa for usada somente para agregar na decoração do prato. E realmente agrega!

 

Algumas pessoas acrescentam receitas que se utilizam de potinhos e louças para serem servidas no grupo dos finger foods. Porém, isso é um erro. Se houver a necessidade de utilização de talheres ou louças, a receita já extrapolou o conceito de “comer com as mãos” e passou para o de “menu degustação”. A definição, entretanto, não se enquadra quando a louça é usada para fins decorativos apenas, como foi elencado acima.

O menu degustação se assemelha bastante ao finger food, mas aqui se utiliza talheres para se experimentar pequenas porções de refeições conhecidas, como: escondidinho de carne seca e penne a carbonara.

Como contratar um buffet de Finger Food?

finger food

(Foto por Pixabay / CC0)

Hoje em dia não é algo difícil encontrar um buffet que ofereça essa opção. Portanto, é importante não focar apenas no preço, mas sim observar principalmente a variedade do menu, porque é isso que dará riqueza ao seu evento.

Escolha opções com sabores, texturas e ingredientes variados. Assim, você dará aos seus convidados a oportunidade de experimentar várias novidades. Manter poucas opções de pratos no finger food, pode aparentar uma economia exagerada.

Falando em economia, muitas pessoas costumam se perguntar se contratar um buffet nesse estilo pode gerar menos gastos do que um com refeições tradicionais. A resposta é que provavelmente sim, mas isso dependerá principalmente do horário da sua festa.

Festas que acontecem em horários tradicionais de refeição, possuirão convidados com mais fome. Nesse caso, um cardápio finger food pode não ser o suficiente, o que pode fazer as pessoas saírem decepcionadas da sua festa.

Se a ideia é usar todo o potencial desta tendência e economizar sem decepcionar os seus convidados, o melhor é você marcar sua festa para um horário fora das principais refeições. Por exemplo: começando às 15h para terminar por volta das 19h.

Receitas de Finger Food

Agora que você já descobriu bastante curiosidades sobre o finger food, que tal fazer algum desses pratos você mesmo? Ao contrário do que possa parecer, nem todos esses pratos são complexos ou restritos a alta gastronomia. Existem várias receitas acessíveis. Confira agora algumas delas!

Receitas de Finger Food Salgados

Caprese no palito ao molho pesto

finger food capreste molho pesto

(Foto por Pixabay / CC0)

Essa é uma daquelas receitas super simples, mas que tem um ar de requinte. Ela é muito versátil, podendo ser servida em diversos tipos de ocasião e quando montada fica apetitosa tanto as estômagos, quanto aos olhos.

Ingredientes
  • 1 xícara de manjericão
  • 1/2 xícara de nozes
  • 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • 1/2 dente de alho
  • 6 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • Sal (à gosto)
  • Tomate cereja
  • Mussarela de búfala
Modo de preparo

Para fazer o molho pesto, misture o manjericão e as nozes em um processador e triture bem. Depois, adicione o azeite, o parmesão, o alho e o sal e repita o processo. Basta isso para preparar o molho.

Para a montagem da sua receita corte os tomates ao meio. Finque as metades e a mussarela no palito, deixando o queijo como se recheando os tomates. Sirva a porção com molho em uma outra tigela, para poder mergulhar o espetinho.

Batata bolinha com queijo e bacon

finger food batata queijo bacon(Foto por Marola com Carambola / divulgação)

 

Essa é uma mistura irresistível, daquelas que não tem como dar errado. Sendo assim, esse é o prato certo para qualquer ocasião, principalmente quando você ainda não conhece bem o gosto dos seus convidados. Que tal testar essa receita no próximo final de semana?

Ingredientes
  • Batatas bolinhas
  • Cream cheese
  • Bacon em tiras
  • Sal grosso
  • Alecrim
Modo de preparo

O primeiro passo é lavar e colocar as batatas para cozinhar, com casca e tudo, até que fiquem macias e firmes. Como a ideia é que se coma a porção inteira de uma vez, corte a batata ao meio se for grande demais, se não basta tirar a tampinha da batata. Então, faça um buraco no meio dela, com cuidado para não desmontá-la.

Depois, frite o bacon até ele ficar crocante e então quebre ele em vários pedacinhos. Na hora da montagem, preencha o buraco da batata com cream cheese e logo por cima acrescente os pedaços de bacon. Leve tudo ao forno 180 °C para aquecer.

Para servir, faça uma cama de sal grosso em um tabuleiro e disponha as batatas por cima. Assim, além de ficar mais bonito e salgar suavemente a batata, ainda deixa elas mais firmes. Salpique alecrim para finalizar o prato.  

Mini tapioca romeu e julieta

finger food mini tapioca

(Foto por Panelaterapia / divulgação)

Essa receita fica tão bonita depois de pronta, que nem parece que é tão simples de ser feita. Você vai se surpreender como é fácil deixar a sua refeição mais diferenciada.

Ingredientes
  • Preparado para tapioca
  • Queijo minas
  • Goiabada
Modo de preparo

Em uma frigideira, adicione o preparado para tapioca. Se possível, utilize um arco de alumínio para moldar sua tapioca e deixá-la bem redondinha. Faça uma porção bem pequena que possa ser comido com uma mordida. Mantenha em fogo médio até dourar, então vire. Faça o mesmo com o outro lado.

Depois de pronta, acrescente a goiabada em forma pastosa por cima e logo depois o queijo minas. Assim, a sua receita já estará pronta. Capriche na simetria e nos cortes dos ingredientes para valorizar a beleza do seu prato.

Receitas de Finger Food Infantil

Mini churros de doce de leite

mini churros finger food

(Foto por Olx / divulgação)

Quem não gosta de churros? Se existe alguém, provavelmente essa pessoa não é uma criança. Esse é uma das receitas doces favoritas da criançada e sempre faz muito sucesso entre eles. Sua versão em miniatura tem tudo para se sair muito bem também, apesar de ser menor, possibilita usar ainda mais recheio. Confira a receita!

Ingredientes
  •  1 lata de leite condensado
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de fubá
  • 1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1/2 colher (chá) de fermento em pó
  • 500 ml de água
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres (sopa) de óleo de canola (para a massa)
  • óleo canola (para ferver os churros)
  • 2 colheres (sopa) de açúcar refinado (para a massa)
  • 1/2 xícara (chá) de açúcar refinado (para empanar)
  • 1/4 xícara (chá) de canela em pó (para empanar)
Modo de preparo

Comece cozinhando a lata de leite condensado em uma panela de pressão para transformá-la em doce de leite. Coloque a lata dentro da panela, cubra com água, tampe e leve ao fogo. Quando começar fazer pressão, deixe mais 20 minutos e depois apague o fogo. Deixe a panela esfriar antes de abrir. Pronto! O recheio está feito.

Para fazer a massa, comece misturando todos os ingredientes secos (farinha de trigo, fubá, bicarbonato e fermento) em uma tigela e reserve. Em uma panela, leve a água ao fogo até ferver, depois adicione o sal, as 2 colheres de sopa de óleo e de açúcar. Após isso, acrescente os ingredientes secos e vá misturando até formar uma massa homogênea. Quando ele estiver soltando do fundo da panela, significa que está pronta.

Essa é a hora de moldar os churros. Se você não tiver uma forma, não tem problema, pode moldar com as mãos. Porém, ele vai ficar com aparência mais rústica. Depois de moldar, corte-os bem pequenos e frite. Depois disso, é só empanar com o açúcar e canela e servir com palitinho, para que a crianças possam encharcar de doce de leite.

Corn dogs

finger food corn dog(Foto por Ocdp / CC0)

Essa é uma receita clássica americana que tem tudo a ver com criança. É ótima opção para variar um pouco dos cachorros quentes, além de ser bem fácil de fazer.

Ingredientes
  • 1 e 1/2 xícaras de farinha de milho
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 2 ovos
  • 1 xícara de leite
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • Salsichas
  • Óleo para fritar
Modo de preparo

Comece misturando os ingredientes secos, a farinha de trigo e de milho e também o fermento. Depois adicione os ovos e mexa bem. Adicione o leite aos poucos, dosando até alcançar uma consistência pastosa, que significará que ela está pronta.

Após isso, esquente o óleo em uma panela. Enquanto o óleo esquenta, fure as salsichas com espetos de maneira que atravesse ela inteira. Depois, passe as salsichas na massa preparada, escorra o excesso e leve diretamente para fritar.

Se preferir, corte as salsichas em pedaços menores e sirva com palitinhos e algumas opções de molhos.

Mini hamburguer

finger food mini hamburguer

(Foto por Revista D’Ávilla / divulgação)

Que o hambúrguer é uma delícia isso todo mundo já sabe. O que muitas vezes as pessoas não imaginam é que dá para o hambúrguer entrar no menu de grandes eventos, inclusive casamentos, por exemplo. Para isso, é só torná-lo menor. Assim, é possível experimentar os outros pratos da festa. Descubra uma das receitas incríveis de hambúrguer.

Ingredientes
  • 500 g de fraldinha moída
  • 300 g de bacon
  • 12 fatias de queijo cheddar
  • 12 mini brioches
  • Manteiga
  • Sal
  • Pimenta do reino
Modo de preparo

Inicie fritando o bacon. Deixe dourar um pouco de cada lado e então retire, seque a gordura e reserve. Em seguinte, prepare a carne. Ela deve ser do tamanho do seu pão, molde-a com a mão até que tenha o formato exato.

Logo, antes de levar os hambúrgueres para grelhar, tempere a gosto com sal e pimenta do reino. Assim, eles ficarão mais apetitosos.

Para finalizar, basta fazer a montagem. Corte os pães ao meio, recheie-os com a carne, depois o queijo e finalmente o bacon. Por fim, finque um palito grande para que os ingredientes fiquem unidos e seja mais fácil molhar nos molhos.

Conclusão

Como podemos perceber, a era da hegemonia das refeições completas em buffets acabou. Não por imposição ou falta de opções, mas sim por uma evolução do contexto dos eventos atuais, que são menos rígidos em regimentos e mais criativos e dinâmicos. Sendo assim, o finger food surge como uma resposta perfeita para a situação, oferecendo pratos pequenos mas variados, que podem ser degustados em qualquer ocasião, sem cerimônias.

Seja qual for a origem dessa tendência culinária, a verdade é que o finger food chegou para ficar, trazendo simplicidade sem deixar de lado o requinte.

Use as receitas contidas aqui para impressionar os seus convidados no próximo jantar e também as informações sobre essa tendência gastronômica para ajudar na escolha do buffet para o seu próximo evento. Aproveite!

Você Também Vai Gostar Destes Posts:
Almoço em família: onde comer em SP e interior
file wellington delicioso
Saiba tudo sobre o delicioso Filé Wellington
2 Comentários
  • Edson jun 5,2018 at 20:08

    Perfeito

  • Beatriz fev 17,2018 at 23:10

    Adorei

Deixe o Seu Comentário!

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site (Opcional)