Saiba Tudo Sobre o Filé Wellington (Receita Completa)
Gastronomia

Saiba tudo sobre o delicioso Filé Wellington

file wellington delicioso

(Foto: Divulgação/Chef Marco Sousa)


Você já ouvir falar do filé Wellington?
Se a sua resposta foi não, não se preocupe. Essa não é mesmo ainda uma receita muito famosa aqui no Brasil, porém na Inglaterra e nos EUA, por exemplo, é um dos pratos mais tradicionais de datas festivas.

A receita é um pouco inusitada, uma mistura de filé mignon, com presunto de parma, cogumelos e massa folhada. Porém, resulta em um prato muito saboroso, ótimo para reuniões de família e amigos.

Se você já está salivando só de imaginar como deve ser essa delícia, então confira agora tudo o que você precisa saber sobre o Filé Wellington!

menutrip experiencias gastronomicas

O que é o Famoso (e delicioso) Filé Wellington?

O Filé Wellington é uma famosa receita inglesa, que consiste na preparação de uma peça de filé mignon, envolto em presunto de parma com molho de cogumelos e massa folhada, basicamente.

A sua origem é um pouco incerta. Embora não haja unanimidade, a teoria mais aceita é de que a receita possui esse nome em homenagem ao general irlandês Arthur Wellesley, que ao vencer Napoleão Bonaparte na batalha de Waterloo, em 1815, conseguiu o título de Duque de Wellington.

Outros dizem que a receita é nomeada assim, porque foi criada na cidade de Wellington, capital da Nova Zelândia, que também tem esse nome em homenagem ao general.

De um modo ou de outro, independente da origem, esse é um prato centenário, reverenciado no mundo todo, que vale a pena você experimentar. “Será que é fácil de fazer?”, você pode estar se perguntando. Continue essa leitura que você descobrirá.

Como preparar o Filé Wellington: Todos os segredos revelados

Preparar um filé Wellington perfeito, suculento por dentro e crocante por fora sem queimar,  não é uma tarefa das mais simples. Portanto, é indispensável você seguir essa receita em todos os seus detalhes e técnicas. Assim, certamente você estará em um bom caminho para preparar um ótimo prato.

Existem algumas outras variações dessa receita inglesa, porém aqui optamos por utilizar a mais tradicional de todas, que contém presunto de parma e pasta de cogumelos. Por ser uma receita complexa, em execução e em sabor, é uma excelente escolha de prato para jantares  de aniversário ou de feriados festivos.

Confira agora como preparar essa delícia!

Ingredientes

  • 500 g de filé mignon cortado em formato cilíndrico
  • 400 g de cogumelo paris
  • 8 fatias de presunto de parma
  • 1 massa folhada
  • 3 colheres de sopa de mostarda Dijon
  • 2 dentes de alho
  • 1 gema de ovo
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de Preparo

file-wellington-mignon

(Foto: Divulgação/Frigo Central)

A primeira etapa de preparo é limpar e acertar o filé no formato cilíndrico desejado. É muito importante que ele possua esse formato, porque isso auxiliará bastante no restante do processo.

Após isso, será a hora de selar a carne. Esse é o nome que se dá para o processo de assar bem as extremidades da carne, deixando o meio sem cozinhar. Isso é feito com o objetivo de manter a carne suculenta, criando uma barreira para evitar que ela perca o seu suco interno e assim fique ressecada.

Para isso será preciso assar todos os lados da peça em uma frigideira bem quente. Uma vez que colocar a carne na frigideira, não mexa mais nela até a hora de virar. Inicialmente ela grudará na panela, mas não tem problema. O ponto de virar é justamente quando ela começar a soltar. A cada vez que virar tempere a face da carne virada para cima com sal e pimenta do reino a gosto.

Esse processo é feito de maneira rápida, apenas o tempo necessário para dourar a extremidade da carne, o que costuma durar de 1 a 2 minutos. Uma dica aqui é utilizar um pegador para virar a carne e não um garfo ou algo do gênero, para evitar furar a peça.

Molho de cogumelos

molho cogumelos file wellignton

(Foto: Divulgação/Inglês Gourmet)

Em um processador ou liquidificador, triture os cogumelos e os dentes de alho, até virar uma pasta. Após isso, refogue a pasta em uma frigideira sem azeite. Logo, os cogumelos começaram a soltar água. Cozinhe até que toda a água da tenha evaporado.

Montagem

Cubra uma superfície plana com filme plástico, em cima dele abra a massa folheada. Depois, pincele a mostarda Dijon por toda a superfície da massa. Então, disponha as fatias de presunto por cima de maneira trançada e logo por cima dela espalhe o molho de cogumelos. Para finalizar, coloque o filé por cima de tudo.

Depois disso, é só enrolar a massa folhada até que cubra toda a superfície do filé e retirar o filme plástico. Então, pincele a gema de ovo por cima da massa e leve-a ao forno pré-aquecido a 200 ºC por 40 minutos.

Pronto! Se tudo tiver dado certo, você terá um Filé Wellington com a massa folhada dourada e crocante e um filé suculento e saboroso. Sirva-o com uma salada verde ou algumas batatas gratinadas e bom apetite!

Quais bebidas harmonizam melhor com o Filé Wellington?

Toda boa carne pede uma boa bebida para acompanhá-la também, não é mesmo? Portanto, descubra agora algumas sugestões de bebidas que vão harmonizar perfeitamente com o Filé Wellington.

Vinho

harmonizacao vinho file wellington
(Foto: Rodrigo Denúbila)

Via de regra, a carne vermelha costuma harmonizar melhor com o vinho tinto. Portanto, se em algum momento você estiver em uma loja buscando um vinho para acompanhar uma carne vermelha mas não fizer ideia do que levar, comprar um vinho tinto pode ser a melhor opção. Hoje em dia já existem no mercado diversos rótulos bons e baratos de vinhos dos mais diversos tipos.

Mas, caso você queira fazer uma escolha ainda mais certeira você também pode e deve observar a idade do vinho antes de fazer a sua escolha. Vinhos tintos mais jovens, com até 3 anos, são escolhas melhores para carnes mais temperadas e picantes.

A receita tradicional de Filé Wellington não entraria nessa categoria, mas o preparo em relação a pimenta vai a gosto de quem faz. Dessa maneira, cabe a você escolher o vinho de acordo como preparou.

Caso o seu filé não seja tão apimentado, a melhor opção de harmonização segundo a idade seria um vinho tinto com mais de 7 anos.

Cerveja

file wellignton cervejas harmonizaca

(Foto: Divulgação/Testoterona.me)

Harmonização com cerveja? Você pode estar se perguntando. Mas, é isso mesmo. Embora, ainda não seja tão comum encontrar cartas de cervejas em restaurante, por exemplo, como acontece com os vinhos, as cervejas também oferecem excelentes opções de harmonização.

Suas propriedades são ótimas para limpar e ativar as papilas gustativas, além do lúpulo presente, que é um ótimo estimulador de apetite.

Uma técnica de harmonização de cerveja com alimentos é por similaridade. Por exemplo, carnes com sabores mais intensos, como as carnes vermelhas, costumam ser harmonizadas com bebidas de sabores mais intensos e de maior teor alcoólico, como as Pale Ale’s. Alguns estilos que acompanham bem o Filé Wellington são: dark lager, dry stout, schwazbier e Imperial IPA.

É claro que todas essas escolhas vem, antes de mais nada, do seu paladar. Portanto, sinta-se a vontade para “quebrar as regras” sempre que achar que deve.

Ainda assim, se você ainda é novato no assunto, recomendamos que você primeiro teste as nossas dicas e depois com um pouco mais de experiência possa fazer suas escolhas mais acertadas.

Que sobremesa é ideal para servir depois do Filé Wellington?

Apesar do Filé Mignon ser considerado uma carne magra, ele ainda possui bastante gordura, já que a maciez de uma carne é dada também pela quantidade de gordura presente entre os músculos. Além disso, a massa folhada também tem um bom teor de gordura, pelo fato de ser amanteigada. Portanto, sendo o Filé wellington uma receita mais gordurosa, o ideal é que a sobremesa faça um contraste a essa característica.

O abacaxi é uma fruta conhecida por ser muito benéfica a digestão. Além das diversas vitaminas que possui, a fruta ainda contém bastante fibra e enzimas que auxiliam na digestão das proteínas e que diminuem a sensação de estômago pesado depois de comer carne.
Logo, uma sobremesa feita com base nessa fruta seria excelente para se servir depois do nosso prato principal. Por isso, sugerimos aqui uma receita de doce de abacaxi. Outras opções interessantes também seriam sobremesas de kiwi e maçã.

Doce de Abacaxi

doce de abacaxi file wellington

(Foto: Divulgação/Novidade Diária)

Ingredientes

  • 1 pacote de gelatina sabor abacaxi
  • 250 ml de água quente +200ml para gelatina incolor
  • 250 ml de calda do abacaxi
  • 400 g de abacaxi em cubos
  • 1 colher de chá de óleo
  • 200 g de biscoito maria
  • 300 g de cream cheese
  • 1 lata de leite condensado
  • 600 g de creme de leite
  • 24 g de gelatina incolor

Modo de Preparo

Para começar, dissolva a gelatina de abacaxi em água quente, em seguida adicione a calda de abacaxi e também os pedaços de abacaxi em cubos. Coloque a mistura em uma forma untado com óleo e deixe na geladeira até firmar.

Em um processador, ou liquidificador, adicione o biscoito, o cream cheese, o leite condensado, o creme de leite e a gelatina incolor já dissolvida. Bata até formar um creme homogêneo. Disponha esse creme sobre a gelatina já firmada e leve novamente à geladeira, por mais 40 minutos. Pronto! Ao final desse tempo sua sobremesa já estará pronta para servir.

Quais os melhores restaurantes em São Paulo para se comer um Filé Wellington

É impossível que até aqui você ainda tenha se encantado por essa receita e não deseje experimentá-la o quanto antes. Se você faz parte desse grupo, mas não tem tanta disposição ou tempo para cozinhar você mesmo, então confira agora uma lista com os 3 melhores restaurantes de São Paulo para você provar o Filé Wellington.

All Seasons

O restaurante All Seasons é um restaurante variado e sofisticado, que oferece o que há de melhor da cozinha internacional, com um toque de brasilidade. O restaurante fica aberto o dia inteiro, ofertando  café da manhã, almoço e janta, sem contar o bar e a Pâtisserie, que são o refúgio daqueles que não estão com fome para uma refeição inteira.

Esse é um restaurante muito requintado, que certamente agradará a qualquer amante da alta gastronomia. O seu menu é bastante vasto, incluindo sua carta de vinhos. Portanto, será difícil não encontrar algo que te agrade.

O Filé Wellington é uma figura permanente no cardápio do jantar. Portanto, se estiver com vontade de finalmente degustar prato, certamente o All Seasons não decepcionará.

Site: All Seasons

Endereço: Alameda Santos, 85 – Jardins

Viena Delish

O já conhecido restaurante Viena, que sempre buscou trazer uma comida rápida, porém fresca e de qualidade, agora está se reinventando. O Viena Delish é o reflexo disso. Essa é nova roupagem do restaurante, que agora foca em oferecer uma experiência sensorial de gastronomia.

Para isso, tudo foi repensado nos mínimos detalhes, tanto a decoração, quanto o cardápio, que foi enxugado e ganhou novos pratos. Dentre eles, o Filé Wellington. Vale a pena ir lá e provar essas novidades.

Site: Viena

Endereço: Shopping Iguatemi, av. Brigadeiro Faria Lima, 2.232, loja 6A, Jardim Paulistano

Camden House

O Camden House tem esse nome em homenagem ao bairro “Camden”, localizado em Londres na Inglaterra. O restaurante traz um conceito novo, ainda pouco utilizado no Brasil que é o de Gastropub. Ou seja, um bar com pratos de restaurante ou um restaurante com cara de bar, difícil dizer. O importante é que o clima de descontração impera, porém isso não te impedirá de desfrutar de saborosos pratos também.

O Gastropub é gerido por duas mulheres, a Elisa e a Lúcia, que após passarem uma temporada na Europa trabalhando em diversos restaurantes, resolveram trazer esse novo conceito para o Brasil.

Claro, sendo um legítimo restaurante inglês não poderia faltar o Filé Wellington. Se estiver a fim então de provar esse prato, esse é o lugar perfeito para você entender a sua harmonização com a cerveja.

Site: Camden House

Endereço: Rua Manoel Guedes, 243 – Itaim

Conclusão

Se você ainda não conhecia o Filé Wellington, agora já sabe tudo o que precisa saber sobre essa deliciosa iguaria inglesa. Desde o preparo, as bebidas que harmonizam melhor, inclusive até a sobremesa mais indicada, tudo o que compõe uma verdadeira refeição e que auxilia na melhora dessa experiência está contido nesse texto.  

Portanto, seja para preparar em casa por conta própria ou para experimentar essa maravilha em alguns dos melhores restaurantes de São Paulo, utilize esse texto como guia. Dessa maneira você conseguirá obter a melhor experiência possível na degustação deste famoso prato inglês.

menutrip experiencias gastronomicas

 

Você Também Vai Gostar Destes Posts:
Almoço em família: onde comer em SP e interior
comida tipica brasileira feijoada
Comida Típica Brasileira: 15 Pratos Incríveis
1 Comentário
  • hellen maio 23,2018 at 14:06

    amei esses prato

Deixe o Seu Comentário!

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site (Opcional)